Influenciado por São Francisco, Santo Antônio viveu o Evangelho no amor a Deus e aos pobres

A festa de Santo Antônio na Paróquia São Pedro, neste sábado, dia 13, teve quatro momentos de bênçãos e a Missa Solene, às 17h. Além da tradicional Bênção dos Pães de Santo Antônio, o pároco, Pe. Edimilson Silva, celebrou bênçãos aos noivos e às famílias: às 9h, às 12h, às 15h e às 17h. Todas as celebrações foram transmitidas ao vivo pelo Facebook. Algumas pessoas levaram pães para serem abençoados, tomando todos os cuidados de distanciamento e proteção por causa da pandemia do coronavírus.
Durante os momentos de bênção, foi lido o trecho do Evangelho em que Jesus diz: “Assim como meu pai me amou, eu também amei vocês: permaneçam no meu amor. (…) O meu mandamento é este: amem-se uns aos outros assim como eu amei vocês. Não existe amor maior do que dar a vida pelos amigos”. (Jo 15, 9;12-13)

“Quando olhamos para as imagens de Santo Antônio, São João Batista e São Pedro, todos eles vivenciaram no dia a dia a Palavra de Deus e se tornaram aqueles que anunciam a Palavra. Fizeram a experiência de Deus e viveram o amor ao próximo”, disse o Pe. Edimilson.
O pároco lembrou que Santo Antônio foi influenciado por São Francisco de Assis no seu amor aos pobres. “Santo Antônio foi alguém obediente à Palavra de Deus. Podemos imitá-lo porque ele é um bom exemplo para nós”. Santo Antônio era franciscano e conviveu com São Francisco de Assis, na Itália, no século XIII.

Na reflexão durante a missa solene de Santo Antônio, Pe. Edimilson destacou que o cristão não deve fazer simpatias com os santos. Deve seguir o exemplo deles e testemunhar a Palavra de Deus.