Artigos, Educação › 08/06/2020

Estou preocupada com a volta da minha filha à escola por causa das restrições

Série: “O desafio de professores e alunos durante a pandemia”

Capítulo 4

Por Débora Cristina Gonzalez*

A professora Débora fala também como mãe. Como milhões de crianças e jovens, a filha dela também está em casa por causa da pandemia. Diante das possíveis restrições que serão adotadas na volta às aulas, ela pensa em retirar a filha da escola por um tempo.

Débora Cristina Gonzalez, professora

Meu nome é Débora, sou professora e tenho uma filha de 3 anos, cursando a Educação Infantil.
No início da quarentena, estava achando o máximo poder participar mais ativamente das atividades escolares dela. Ficava super animada para pôr em prática todas as atividades. Mas eu também estava afastada, em recesso escolar. A partir do momento em que me vi tendo que dar conta do meu trabalho home office, com tantas demandas novas e incertezas – e ainda ter que acompanhar lives com a minha filha e fazer muitas atividades – comecei a ver que não ia ser tão prazeroso como no começo. Até porque a falta desses ambientes de socialização já está deixando minha filha muito mais sensível e irritada.

Dilema

Nessas últimas semanas, ao ver o retorno das aulas em outros países e todas as exigências que estão chegando para poder efetivar o retorno às aulas, começamos a ponderar a saída dela da escola, visto que essa experiência de escola sem socialização, sem poder compartilhar brinquedos e matérias, usando máscara direto, realmente não é a experiência que eu desejo que minha filha tenha na escola. Acredito que esse retorno com todas essas restrições está longe do ideal que tenho de escola, principalmente no que diz respeito à Educação Infantil.
Realmente todos estamos numa situação difícil e tendo que tomar decisões, que não sabemos se serão certas ou não. Só tenho pedido que Deus ilumine nossas decisões e nos mantenha firmes e com saúde. Espero que todos fiquem bem!
_______________________________

*Débora Cristina Gonzalez é professora

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.