Notícias da paróquia › 15/08/2020

Compartilhando a experiência de Deus em família

Sonia, João e o filho, João

A Semana Nacional da Família na Paróquia São Pedro foi marcada pela celebração em três casas do bairro do Tremembé. Nos dias 11, 12 e 13, Pe. Edimilson Silva celebrou nas residências de Sonia e João, Monica e Pedro e Eliana e Dircêo. Elas representaram todas as famílias da comunidade, que este ano não puderam ir à igreja por causa da pandemia.
Antes da oração e da escuta da Palavra Deus, o padre ouviu o relato dos casais, seus familiares e amigos sobre a convivência familiar, a alegria e a experiência de Deus. Todas as celebrações foram transmitidas ao vivo pela página da Paróquia no Facebook.

Família de Sonia e João
A quarentena intensificou a convivência

Durante o bate papo, Sonia demonstrou a alegria de ter agora o marido e o filho por mais tempo em casa. Por causa da pandemia, João, o pai, teve que fechar o comércio por um tempo e o filho está assistindo às aulas da faculdade online. “Agora tenho o privilégio de ter o filho e marido por perto todos os dias. Dá até pra almoçar e jantar juntos.” Em casa, João até retomou o prazer de cozinhar. “Virou um cozinheiro de primeira”, brincou Sonia. “A quarentena também é um aprendizado: nos ajuda a dar valor às relações sociais com colegas e professores”, destacou o estudante.

Durante toda a celebração, Sonia estava muito emocionada com o evento da Semana Nacional da Família na casa dela. “Foi uma noite única! Tudo o que eu ouvi hoje vai valer muito na minha vida. Vai me fazer uma pessoa melhor.”

Família de Monica e Pedro
Os pais evangelizados pelos filhos

“Quem nos evangelizou foram o Renato e a Daniela, os nossos filhos”, contou Monica, ao falar sobre a alegria de conhecer Jesus. Ela relatou que o casal passou a se engajar na Igreja depois da Catequese dos filhos e do envolvimento deles com os trabalhos de evangelização. Pedro destacou a felicidade dos 28 anos de matrimônio com Monica, mas lembrou que a base de tudo é Deus. “A vida é uma série de degraus. E Deus tem que alicerçar tudo”.
Os dois também contaram que rezam juntos e que conversam muito sobre religião em casa. Mônica também falou com orgulho sobre o comportamento dos filhos. “Nunca peguei uma mentira deles”. Renato e Daniela também falaram da alegria e dos desafios de participar de movimentos na Igreja.
Durante o bate papo, Pe. Edimilson também usou como exemplo o engajamento de Matheus, namorado de Daniela, com a evangelização, para reforçar que “a experiência de Deus vivida no relacionamento de namoro é levada para o Matrimônio”.

Família de Eliana e Dircêo
O exemplo atravessa gerações

“Desde pequena, sempre ia à missa com os avós. Deus foi sempre presente na nossa família”. O relato foi feito por Betina, neta de Dircêo e Eliana, ao ser perguntada pelo padre Edimilson sobre a experiência de Deus na família. Ela é filha da psicóloga Fabiana, membro da Pascom da Paróquia São Pedro, que também participou da celebração na casa dos pais. “Eu estive um tempo afastada, mas agora a Igreja São Pedro se tornou uma família pra mim”, contou Fabiana.

O relato dos familiares mostrou como o exemplo dentro de casa influencia o nosso comportamento ético, social e religioso.
Incentivado pelo Pe. Edimilson, o primeiro a falar foi Dircêo. Ele contou que sempre leram a Bíblia juntos em casa. Refletem a Palavra de Deus e procuram interpretar e levar para a vida. “Agora mesmo fizemos juntos o Gênesis inteirinho e, ao mesmo tempo, acompanhamos o Novo Testamento”. Com entusiasmo, Dircêo destacou que todos devem seguir o exemplo da Sagrada Família, que teve a coragem de aceitar a missão de acolher Jesus.
O diácono permanente Vinício Andrade e a esposa Helenice também participaram da celebração na casa de Dircêo e Eliana e falaram sobre a experiência de Deus na família.

“Eu e minha casa serviremos ao Senhor”.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.